Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2013

Vícios e virtudes.

Olhava como um cachorro adestrado olha para a carne que está preste a tocar no chão!
Era tudo o que queria, mas ao mesmo tempo, era tudo que deveria evitar.

Tentou desviar o olhar, mas a boca entreaberta denunciava o desejo latente.
Com um ar forçado falou - Sou muito superior a isso.

Com um sorriso no canto da boca ela respondeu: - meu bem, o que você tem não é virtude, é juventude, e só.


Mandinga - Parte II

O mundo parecia uma mistura disforme de cores. As lágrimas que lhe caiam copiosamente dos olhos não permitiam o vislumbre completo das lajotas hidráulicas do banheiro que não estavam a mais do que um esticar do próprio braço.

O choro não era normal! Era um choro de desespero! Um choro soluçante e salgado! Não se importava nem mesmo em limpar a secreção nasal que escorria até encostar no canto da boca!

Ainda vestido jogou-se dentro do box do banheiro. Ligou a água o mais quente que podia e começou a esfregar o próprio corpo. Só aí entendeu que estava coberto. Arrancou as vestes com raiva, eles foram testemunhas de mais uma vergonha! Na pele ainda estava grudado o misto do gozo dele e de sua algoz.
- POR QUÊ?????!!!!!!!!

Pegou uma pedra pomes que provavelmente havia sido deixada ali pela sua mãe na ultima vez que passara umas semanas lá visitando ele. Esfregou-se repetidamente! De novo e de novo e de novo! O ralo do banheiro ficou rosado, depois o vermelho foi ficando cada vez mais inte…