Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

O arqueiro

A cena era fenomenal.
As flechas preenchiam toda a parede lateral da casa.
Algumas ainda fixavam-se ao longo do jardim.
Os soldados entraram pisando leve mas falando alto.
Tremiam de medo.
Estavam no território de alguém impressionante.
Ouviram o rangido da cadeira de balanço.
Podiam vislumbrar a silhueta do velho homem que segurava o arco no colo.
Ao seu lado, uma criança pequena olhava atento para ele.
Com um pequeno movimento todos os soldados correram desesperadamente.
Enquanto isso, o velho ergueu mais uma vez o arco. Mirou contra um espaço vazio da parede.
A flecha cortou o ar e repousou com força contra o muro de taipa.
O garoto correu com dois baldes, rapidinho pintou dois círculos vermelhos e azuis.
Pronto, mais um alvo perfeito.
- E é assim meu neto que sempre alcança os sonhos, não traçando meta alguma.

O encontro.

Os olhares encontraram-se
Por meio segundo o que antes era perdido se fez achar
Por um breve instante se pertenceram
Para num piscar se desencontrarem
Até nunca mais se acharem.

Roteiro da conquista

Atentamente esperava o momento certo de falar.
Estudara previamente cada uma das palavras.
Sabia exatamente o que dizer, em cada uma das vinte e cinco realidades possíveis.
Treinou cada uma das entonações.
Lembrava exatamente o que dizer, quando dizer e como dizer.
Ela vinha na direção dele.
Calma, se falar agora vai parecer alguém desesperado por atenção.
Ela passou por trás dele.
Manteve-se calmo.
Queria parecer controlado para não dar a impressão errada.
A distância agora era perfeita, nem perto demais que ficasse desconfortável, nem longe o bastante para precisar subir o tom de voz e chamar a atenção das outras pessoas na sala.
Ela estava de cabeça baixa, tudo bem, está tudo sobre controle, ele pegou o livro que estava a sua frente, fingiu ler a capa até que ela levantasse o rosto. Estava tudo segundo o cronograma.
Pronto!
É agora.
Ela olhou pra ele.
A boca travou.
Espera, vai dar certo, eu consigo!
Pera... ela olhou através dele.
- Oi bonita! Tudo bem?
- Tudo. Como você ta?
Ele …