Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

Humanidade

Hoje vi uma das cenas cotidianas que provam que dinheiro não mede dignidade ou caráter de ninguém.
Voltava caminhando pela rua do Fórum, aqui no Maranguape, quando um carro arrumadinho passada em velocidade média ao meu lado.
Segundos depois começo a escutar grunhidos de cachorro... Sim, ele atropelou o animal... Num rápido relance dava pra ver, pela velocidade e por não ter nenhum outro veículo atrás dele que dava pra frear... Segundos depois, quando estava para atravessar a rua, vi que dois rapazes que estava com um daqueles cascos de geladeira adaptados para carregar coisas se aproximaram do cachorrinho. Enquanto um acalmava, outro tirava umas frutas de dentro da carrocha.
Quando terminei de atravessar, eles já haviam acalmado o bichinho...
- Ei cara, o que vocês vão fazer?
- Vou levar ele pra cuidar.
- Como assim?
- Vou ver se limpo essa perna dele pra num pegar bicheira e deixo ele amarrado uns dias pra ver se melhora.
- Sério?
- É um ser vivo de deus má, um motorista desses devia ter ve…

A merda fica!

Acordou dois minutos antes do despertador. Jogou-se debaixo do chuveiro. A água retirava o cheiro de cama que ainda impregnava-o de preguiça. Lanche... Dentes escovados...Fio dental... Arrumou a cama... Gel no cabelo... Blusa azul de botão... Penteou os cabelos... Porta... Duas doses de ar, o vento prenunciava que o dia seria quente.
Portão... rua... - Bom dia?! - Opa, tudo bem?!  - E a senhora como vai?!... Na parada, os mesmos rostos de sempre. Lotação...  "Secretária, que trabalha o dia inteiro comigo..." Fones ativos "Cosmic Love" era o melhor começar o dia. Abandonou o ônibus com seus passageiros, motorista e aquele mesmo repertório de sempre no programa do Evaldo Costa.
- Com licença, com licença...  Rua... Calçada... Escadas... Chave...
OI?! QUE MERDA É ESSA?
Os olhos pareciam não querer acreditar, mas o olfato não enganava, no meio daquele caos tinha um tolete de bosta, de BOSTA no meio da sala!!!
Entronizadamente postado no meio da sala, ainda recebia uma …

Migalhas

Olhava para a tela mais uma vez...
Os olhos fixos olhavam mas não viam...
Pensava mais uma vez em como ela era incrível...

Que merda... queria muito deixar a imagem dela pra lá, mas não conseguia.
Procurava conectar-se mais uma vez...

"Visualizado"... "visualizado"...

Aquele sorriso maldito não lhe saia da cabeça.
Os olhos dela apertadinhos enquanto a ponta dos lábios subiam suavemente, o cabelo preto deslizava pelos ombros enquanto ela inclinava suavemente a cabeça...
Não conseguia esquecer.
Já tentara fazer consigo mesmo aquilo que uma vez dissera para ela...

- Viva a sua vida, o que vier é lucro, se ele quiser ficar, ele vai ficar, não porque você quer, mas porque ele escolheu.

Naquela hora tudo parecia tão simples, tão racionalmente lógico...tão óbvio...
mas não, não fazia o menor sentido.
Estar ali na frente do computador mendigando por dois segundos de atenção dela.
que merda...

Ela não merecia isso tudo, ele era muito melhor do que um verme que criava raízes…