Um bom ouvinte.

- Cara, nem te conto..
- Conta má, pode dizer, o que foi que aconteceu?
- Foi assim, tu se liga que eu mudei de trabalho ne?
- Sim sim, cara, mudar de trabalho é foda, a ultima vez que eu mudei de emprego foi um drama porque eu já vinha há mais de seis anos fazendo a mesma função lá na empresa do seu Carlos e tipo, de um dia pro outro eu tive que assumir um setor completamente diferente, tu sabe né? 
- Pois é...
- Você passa um tempão se dedicando há um setor de depois muda total é difícil, acho que se fosse outro tinha pedido arrego porque é puxado, ainda mais quado você chega num setor em que todo mundo já trabalha junto há um tempão.
- Uhum...
- Daí você é o que?! O intruso que tá lá pra mexer no que ta quieto, então tem que lidar tanto com a novidade no serviço como também com a cara de cú do pessoal do setor que não quer te ajudar a se adaptar e tals. Tu se liga né?
- Sim sim.
- Pois é, mas enfim, tu viu o jogo do Flamengo? Puuuuuuta que pariu, aquele Diego ta jogando demais cara, o ultimo gol dele foi a cara do gol que eu fiz no racha da empresa na ultima quinta. Tu precisava ter visto. 
- Verdade, mas (olhando para o relógio) foi bom te ver, vamos marcar de conversar outro dia. Valeu.
- Valeu cara, precisando sabe como é ne?! To aqui pra você. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"A beleza do morto"

A demasia do excesso.

Sabedoria canina