Um gole de realidade.

Após um dia tranquilo, onde mesmo com muito trabalho ele conseguiu concluir todas as metas projetadas para aquele dia, Carlos só queria descansar.
Abriu uma cerveja e foi olhar para o mundo.
As vezes na correria do dia-a-dia não sobra muito tempo para saber o que anda acontecendo.
E lá foi ele.
Em alguns cliques já estava no meio do mundo.
Viu uma quadrilha de policiais que extorquia uma facção criminosa de venda de drogas, nos comentários da matéria tinha gente falando que tudo era uma armação dos esquerdistas contra os heróis de farda.
Achou estranho uma série de articulações políticas de um pessoal que se dizia contra o presidente mas que liberou secretários para votarem a favor dele.
Pensou em deixar os jornais para lá e ir ver gente como a gente.
Facebook mal abriu e já viu três ex-alunos falando contra gays e que cota para negro era preconceito.
O coração foi a boca e voltou empurrado pelo resto da cerveja tomada em um único gole.
Melhor ir ler um livro...
O mundo anda muito estranho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"A beleza do morto"

A demasia do excesso.

Sabedoria canina